domingo, 18 de janeiro de 2009

COMO DEUS É?


Lendo o livro "O Monge e o Executivo" há um ou dois anos atrás, entendi que o mundo é do jeito como a gente o vê, pois se perguntassemos a uma pessoa da alta classe norte americana como é o mundo, sua resposta seria diferente de um iraquiano ou africano, ou seja, o mundo é visto de diversas formas em contextos diferentes.

O que percebo hoje, infelizmente, é que Deus é como as pessoas o vêem. O que quero dizer é que se uma pessoa acredita que Deus existe para abrir portas de empregos, resolver problemas jurídicos e fazer prosperar financeiramente, é assim que essa pessoa acha que Deus é. Já se outra pessoa acredita que Deus derrama sua ira na terra através de tsunamis ou terremotos, e que permiti invadir outros países, é assim que essa pessoa acha que Deus é.

O grande problema é a interpretação bíblica sem consirela-lá, também, como um livro histórico e cultural. Hoje já existem bíblias para cada tipo de pessoa: Bíblia de vitória financeira, bíblia da mulher, bíblia evangélica, não se assustem se nos Estados Unidos lançarem a bíblia de conquista de países pagãos.

Enfim, Deus assim como o mundo, é visto de diferentes formas dependendo do contexto. Até a forma de ensino do evangelho é mudado de acordo com o contexto. O evangelho pregado na América do Sul, teologia da prosperidade, se encaixa perfeitamente em um contexto de pobreza, miséria e desigualdade social vivido nessa região, ou será, que esse é o evangelho pregado nos países ricos europeus?

Por isso me nego a tentar interpretar como Deus é. Na verdade acredito que existe um só Deus o qual age de diferentes formas.


Exodo 3: 13, 14:



  • Então disse Moisés a Deus: Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi? E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.


Daniel Alves

Um comentário:

Jonatas Adan disse...

Nota 10 ! Muito bom !
Ele é.